Category name:Uncategorized

A minha visita de Estudo ao Teatro e ao Pavilhão do Conhecimento!!!

Fevereiro 24, 2014 / 3 Comentários

Visita de Estudo

Partimos da escola ás 8:40H. A viagem demorou 1H.

Quando chegamos havia muitos autocarros. Quando saímos do autocarro estavam muitos alunos e professores. Quando entramos no colégio Pedro Arrupe sentámo-nos no chão e comemos o lanche da manhã. Quando acabámos de comer o lanche, o professor tirou-nos fotografias, e, passado algum tempo, abriram as portas para ir para o teatro. A sala era muito grande!!!

A peça de teatro chamava-se ” As Aventuras de Ulisses “. Foi muito bem representado. Os autores de que mais gostei foram os ajudantes de Ulisses. Eram cómicos e engraçados.

Depois, fomos ao Pavilhão do Conhecimento estavam lá muitas coisas engraçadas. Depois, fomos a uma loja de recordações e fomos a um café e comi um gelado e, quando o autocarro chegou, entrámos e passado 1H já estávamos na escola. Foi uma visita de estudo muito, muito engraçada!!!

Trabalho sobre a visita de estudo

Fevereiro 24, 2014 / Sem Comentários

Eu fui a uma visita de estudo em Lisboa no dia 4 de Fevereiro de 2014. Íamos ver o teatro chamado ” Ulisses ” e, logo depois íamos ao pavilhão do conhecimento ver as exposições : Era uma vez, Explora e Vê faz e aprende.

Entrámos no autocarro e seguimos viagem.

Quando chegámos , fomos lanchar ao Colégio Pedro Arroupe.

Depois fomos ver o teatro , tinha sido muito divertido .

O tema da peça era sobre um homem chamado Ulisses que combatia contra os troianos , e foi continuando as suas aventuras , e sonhava voltar para a sua mulher.

Havia muitas diferenças entre o texto que lemos e o teatro.

A minha parte preferida tinha sido quando apareceu o seu filho , gostei muito porque os atores estão muito concentrados e não se riem e  também mantinham a sua personagem .

Os atores que achei com melhor desempenho , foram : o Ulisses , o filho , os companheiros de bordo de Ulisses e os que estavam no ecrã e a encenação foi muito boa .

Depois continuámos a visita indo ao Pavilhão do Conhecimento , e gostei muito das exposições que eram três : Era uma Vez , Explora e Vê Faz e Aprende .

Começámos por ver a exposição do Explora . Foi muito divertido porque conheci coisas diferentes e novas .

Depois fomos ver o Era uma Vez , Tinha muitas coisas a explicar como se formava o mundo . Até havia uma caixa de sombras em que clicava-mos num botão e aquilo tirava fotos às nossas sombras e , por fim , fomos ver a exposição do Vê Faz e Aprende . Tinha muitas coisas . Primeiro fui andar num carro com rodas quadradas , depois deitei-me em cima da cama de um faquir depois havia também uma máquina de água que fazia um tornado .

Depois dessas exposições , fomos almoçar . Quando acabámos , fomos a uma loja de lembranças e , de seguida , comemos um gelado . Finalmente , estava na hora de ir embora .

Entrámos no autocarro e seguimos viagem até à escola.

Tinha sido uma visita de estudo fantástica.

Filipa Lucas 5ºB Nº8

A minha visita de estudo

Fevereiro 24, 2014 / 1 Comentário

Na terça-feira (4 de Fevereiro) fui a uma visita de estudo.

Fomos directamente para o teatro onde lanchamos e fomos para dentro onde nos sentamos a ver a peça que se chamava “A Aventura de Ulisses” que foi muito engraçada e os personagens eram cómicos. Gostei mais da parte em que Ulisses viu o filho, o filho só gritava “papáááááá”.

Depois fomos para o pavilhão dos descobrimentos onde fizemos e vimos variadas experiências como andar numa bicicleta em cima de uma corda, um furacão de areia… O que eu gostei mais foi a cama de pregos.

De seguida almoçamos à frente da porta do pavilhão dos descobrimentos, comi hamburger, batatas fritas e sumo. Depois de almoçar fui para o café comer um gelado e falar com os amigos da outra turma (conviver) e voltamos para a escola, chegamos por volta das 17:30.

Gostei muito da visita.

A minha visita de estudo dia 4 de Fevereiro

Fevereiro 24, 2014 / Sem Comentários

Eu cheguei á escola perto das 8.25 min. Estavam muitos colegas meus perto da entrada da escola. Finalmente, partimos parta Lisboa. Na viagem, vimos muita coisa divertida. ^Quando chegamos, fomos para um colégio chamado colégio Pedro Arroupe. Lá lanchamos na rua.

Acabamos de lanchar e fomos ver o teatro de Ulisses. A hora de começar já tinha passado. E ainda só tava metade da sala cheia

O teatro começou com uma apresentação em PowerPoint com a caracterização das personagens , de seguida assistimos a representação da historia de Ulisses. no final dirigimo-nos para o autocarro que nos levou ao pavilhão do conhecimento.

Quando lá chegamos já lá estavam muitas escolas , e começamos a visita. Vi muitas coisas importantes e coisas muito interessantes, pode ver que a ciência está em tudo na nossa vida.

Quando saímos do pavilhão do conhecimento, almoçamos e fomos para o autocarro e regressamos a Caldas da Rainha. Chegamos á escola ás 17:30.

Foi um dia cheio de aventura e conhecimento.

Moisés

Ida a Lisboa!

Fevereiro 24, 2014 / Sem Comentários

No dia 04/01/2014,fui com os meus colegas a uma visita de estudo a Lisboa.Quando chegamos,fomos tomar o pequeno almoço e,depois,fomos ver o teatro,ao Colégio Pedro Arrupe. Quando cheguei a sala para ver o teatro,eu fiquei de boca aberta porque a sala era muito grande e tinha muitas luzes.                                                                                                 Começamos por ver um powerpoint sobre Ulisse, Penélpe e os guerreiros que lutavam com ulisses.                                            Depois,começou o teatro, e estava lá ele e os seus marinheiros .                                                                                                                    Quando acabou, fomos ao pavilhão do conhecimento.                                                                                                                                        Começamos no “Explora”onde fizemos muitas coisas, depois fomos ao “vê,faz e aprende”.Também foi muito divertido.  A seguir fomos almoçar e logo de seguida voltamos para as Caldas de autocarro.E estavam todos a brincar e a ouvir musica nós telefones e nos tablets.                                                                                                                                                                                 Foi muito divertido, quando cheguei, estava exausta.                                                                                                                                          Aprendi muito e gostei muito. Espero voltar a repetir.                                                                                                                                        Camila Thiessen                                                                                                                                                                                                                      5ºB       Nº4

Ida ao teatro (4/2/2014) – um relatório

Fevereiro 11, 2014 / 2 Comentários

UlissesA visita de estudo era uma ida ao teatro a Lisboa. Estamos a ler Ulisses de Maria Alberta Menéres na aula e a peça que íamos ver era a mesma história, representada pela Cultural Kids e encenada por António Feio, um ator que morreu há alguns anos.

O local onde a peça ia ser represetnada era o auditório do colégio Pedro Arrupe, no Parque das Nações. A viagem foi rápida. Partimos às 8.35 e às 9.45 já estávamos ao pé do colégio. Fomos a primeira escola a chegar. Demorámos muito a entrar no auditório e, uma vez já sentados, tivemos que esperar mais de meia hora pelos atrasados.

O nosso programa incluía também uma visita a três exposições do Pavilhão do conhecimento: “Era uma vez”, “Explora” e “Vê, faz e aprende”. Com o atraso no teatro, ficámos sem tempo para o lanche e atrasámo-nos para as exposições que deviam ser às12.30. Mesmo assim, conseguimos ver as três exposições, meia-hora em cada uma.

A peça de teatro é muito divertida. Brincam com a história de Ulisses. Os deuses fazem um jogo de computador em que Ulisses é a personagem principal. Utilizam uma gravação em vídeo como parte do cenário, por detrás dos atores. Estes que eram muito poucos representam as partes principais da viagem de Ulisses. O humor e o anacronismo são a nota dominante da peça: no tempo de Ulisses não havia binóculos, por exemplo, que só foram inventados muito mais de 2000 anos depois. Calipso parece uma guia de viagens ou administradora de um qualquer SPA. E, por aí adiante…

A história de Ulisses merecia mais atores e um pouco de menor exagero. Circe e Calipso pareceram-me um pouco “histéricas”. Há atropelos à história escusados.

A ideia da combinação de cenas gravadas com representação no palco foi genial.

Das exposições do Pavilhão do Conhecimento, o que mais me agradou foi a interactividade e o humor. Vimos coisas extraordinárias, como um truque de ilusionismo com espelhos que nos permitia aparecer com a nossa cabeça num prato. Uma bicicleta com contrapeso permitia-nos passar por uma corda, como se fôssemos funâmbulos.

Após a visita ao Pavilhão, Poseidon pregou-nos uma partida o que deixou alguns marinheiros num mísero estado. Mas, fez-se a viagem de regresso tranquilamente.

Luís Filipe Redes

O galo gabarolas e o franguinho fraquinho

Fevereiro 1, 2014 / Sem Comentários

Era uma vez um frango que era rebaixado por um galo forte e cheio de músculo. Houve um dia em que apeteceu ao galo implicar com o frango e começou a dizer à frente das suas namoradas:
- Fraquinho, deviam-te chamar esqueleto, nem um bocadinho de músculo tens!
Certa noite fria e escura, o frango acordou e sem barulho fugiu sussurrando:
- Adeus, amigos.
Andou pelos campos fora, durante dias e mais dias e mais dias, até que decidiu voltar para o galinheiro; o que ele não sabia é que ia haver matança do galo.
Quando chegou ao galinheiro viu o galo a ser agarrado pelas patas e as namoradas dele a chorar. O galo só dizia:
- Ajudem-me! Ajudem-me!
O frango decidiu ajudar e começou a picar as mãos do homem. Fazendo isto, o homem largou as patas do galo e a maçaneta da porta do galinheiro e as galinhas, os galos e os frangos fugiram livremente
O galo ficou muito grato para com o frango e logicamente os outros frangos, galos e galinhas também. E, com isto, começaram a viver debaixo da terra onde fizeram uma casa subterrânea.
O frango, mesmo sem ser forte e sem músculos, foi um herói e nunca mais foi rebaixado; pelo contrário, foi elogiado.

José Lopes

Uma ribeira mal cheirosa

Janeiro 27, 2014 / Sem Comentários

                                                                                                       Caldas da Rainha   13/11/2013

Ex.mo.   Sr
Presidente da câmara
Dr.Tinta Ferreira

Sinto-me triste porque na minha cidade existe uma ribeira a que chamam rio do mijo, porque cheira mal e porque está poluída.
Gostava muito de lhe pedir que mandasse limpar e despoluir a referida ribeira para que a nossa cidade fique mais bonita e bem cheirosa .
Fico a aguardar ansiosamente, o meu pedido.

Com os melhores comprimentos,

                                                                                                                          Moisés Branco

Corrida de obstáculos

Janeiro 26, 2014 / Sem Comentários

    As aulas tinham acabado, o Daniel e a Ana saíram a correr para o quiosque. Finalmente, podiam comprar o último número da sua BD favorita.

    Quando eles iam a sair do quiosque, viram o Marco, o rufia, à procura da mesma BD. O dono do quiosque disse:
     - Olha vendi o ultimo exemplar àquele rapaz ali!
     O Marco olhou para o Daniel, e perguntou:
     - Quanto queres por essa BD?
     -Esta BD não está à venda!-respondeu o Daniel.
    O Marco começou a irritar-se com Daniel.
     - Vais a bem ou a mal!
     - O que é que foi, queres lutar!?
     A Ana, preocupada porque o seu amigo era mais pequeno e fraco, disse:
     -Porque não fazem antes uma corrida de obstáculos amanhã na escola?
     O Marco riu-se e respondeu:
      – Por mim tudo bem. Tu vais ao fundo!- E foi-se embora.
p      - O que foste fazer!? – perguntou o Daniel – Ele é o melhor no atletismo!
      – Oh, Daniel! Confia em mim!
     No outro dia na escola, quando o Marco e o Daniel chegaram, tiveram uma grande surpresa. Os obstáculos em vez de ser para saltar, eram tubos para atravessar por dentro.
       A corrida começou e o Daniel passou com facilidade todos os obstáculos, enquanto o Marco ficou entalado no primeiro tubo.
       A partir desse dia, o Marco não incomodou mais ninguém. 
                                                                                                                                       Ema Reis